Exercício para Reforma Íntima (Decidir)

🔺

“Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia-noite.

É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje.

Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem poluição.

Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.

Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo.

Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido.

Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho.

Posso sentir tédio com as tarefas da casa ou agradecer a Deus por ter um teto para morar.

Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades.

Se as coisas não estão como planejei, posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar.

O dia está à minha frente esperando para ser o que eu quiser.

E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma.

Tudo depende só de mim.”




Tudo depende só de mim. Deus nos deu o livre arbítrio para decidirmos. E precisamos decidir.

Quando não decido, de certa forma estou decidindo deixar as coisas como estão.

Temos que decidir se é melhor continuar como está, ou se é melhor mudar. O que dói mais? Pense!!! O que te incomoda? E o que você pode fazer para resolver? Pergunte-se COMO.

A primeira decisão do dia é dar um BOM DIA, com um grande sorriso. E assim contagiar as pessoas ao meu redor. Mas também você pode passar pelas pessoas e fazer de conta que não viu ninguém.

O que você decide?

São diversas as possibilidades, e infelizmente não somos ensinados desde cedo a tomar as rédeas da nossa vida. Entramos muito fácil no modo automático de viver e vamos deixando “a vida nos levar”.

Pense porque você faz as coisas. Você decidiu fazer as coisas dessa forma, ou foi ensinado assim?

Crie rotinas especiais na sua casa, com sua família. Coisas que são próprias de vocês. Decida ter uma família feliz.

Ajuste o for preciso. Em cada briga, descubra o que incomoda, mude.

Faça uma lista de tudo que te faz feliz. Depois faça uma lista do que você faz todos os dias. E comece a ajustar as listas.

A chave da mudança está na sua mão. Use-a.

Exercite nessa semana a decisão. Decida ter um bom dia. Decida estar em paz. Decida viver plenamente. Você pode e acima de tudo, você merece ser feliz.

Tania Scherer



Siga-nos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *