Boas palavras

Pedro era um homem bom. Como pedreiro, trabalhava na construção de um grande prédio. Quando estava quase pronto, o construtor pediu a Pedro que gritasse algumas palavras, para que testassem a acústica do auditório de palestras. Pedro pensou um pouco e gritou:

– Confia em Deus!

– Outra vez – pediu o construtor.

E Pedro repetiu:

– Confia em Deus!!

Nesse momento, pela porta dos fundos, surge um homem com um revólver na mão e pergunta:

– Quem foi que gritou: “Confia em Deus”?

Pedro, apesar de assustado, confirmou que tinha sido ele.

O homem então aproximou-se de Pedro e lhe disse:

– Obrigado, meu amigo, eu estava com a arma na cabeça para me matar quando ouvi alguém gritando para confiar em Deus. Pareceu-me que era um anjo falando em nome do Senhor. Eu perdi meu emprego e fui abandonado pela mulher, que me deixou dois filhos pequenos para cuidar.

Desesperado por não conseguir trabalho e comida, deixei meus filhos com o vizinho e ia dar cabo de minha vida. Mas, agora, acho que vou tentar mais um pouco.

O construtor, apiedado da situação do homem, acabou por lhe dar um emprego. Todos ficaram felizes, especialmente Pedro, porque, sem querer, salvou uma vida.

🌻

Não seria difícil imaginarmos quais as consequencias se Pedro, ao invés de gritar “Confia em Deus”, tivesse dito algo como: “a vida não vale a pena”, ou “a vida é uma porcaria”. O homem, certamente, vendo confirmada a sua própria impressão sobre a vida, teria apertado o gatilho e se matado.

Nossas palavras tem mais poder do que podemos imaginar. Pessoas frágeis emocionalmente acabam sendo envolvidas e se desequilibram, mantendo-se pessimistas com relação à vida, e muitas vezes adoecendo.

Sócrates, o sábio da antiga Grécia, recomendava que as palavras deveriam passar sempre pelos crivos da utilidade, da necessidade e da verdade.

Com esse critério, acostumemo-nos a abrir a boca para destacar o que seja positivo e bom; e quando compelidos a falar sobre o erro, que o façamos amorosamente e apenas quando seja possível contribuir para sua erradicação.

(Contos modernos em tempo de paz).

Compartilhe e espalhe fé e amor!!



Siga-nos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *